Bolinho de Chuva: Curiosidades, Lendas e Receita

Certamente o bolinho de chuva é uma receita obrigatória nas folhas daquele antigo caderno de receitas de alguma tia, avó ou até mesmo da sua mãe. Sendo um dos principais nomes da culinária afetiva (aquela que nos traz reminiscências da infância, lembranças de reuniões em família onde costumamos recordar histórias), o bolinho de chuva carrega em si além de muita história, curiosidades e conexões diversas.

Que tal conhecermos um pouco mais sobre sua origem, curiosidades, e claro, conferir uma bela receita para degustar com as pessoas que amamos?

Da Sua Cozinha para os Livros e Telas de TV

bolinho de chuva

 

 

Considerado um prato típico do povo português e fazendo muito sucesso no Brasil, onde se tornou um clássico, a popularidade do bolinho de chuva por aqui se deve também pela sua presença em obras literárias, em especial à obre de Monteiro Lobato e seu incrível Sítio do Pica-Pau Amarelo, cuja adaptação televisiva repercutiu e ainda hoje atinge crianças e adultos com seu aspecto lúdico e fantástico.

Em especial na série para TV, não são raras as cenas onde diversos personagens, entre eles Pedrinho, Narizinho e a boneca de pano Emília, estão reunidos e se deliciando com os bolinhos de chuva preparados pela Tia Nastácia

 

Origem do Nome

Segundo a Wikipédia, a origem do nome se dá exatamente pelo fato de ser um alimento supersimples de se fazer e por possuir ingredientes que quase sempre temos em casa. Sendo assim, em dias de chuva, quando a motivação para sair de casa é menor, não é preciso se deslocar até o comércio para comprar os ingredientes, afinal, farinha de trigo, ovos, leite, fermento ou bicarbonato de sódio são itens que quase nunca faltam na cozinha das avós e tias, não é mesmo?

Há ainda outras lendas que reportam a possível origem do nome “bolinho de chuva”. Uma delas diz que numa tarde chuvosa, algumas crianças sentiam-se infelizes por não poderem brincar no quintal. A mãe destas crianças pensou em algo que pudesse entretê-las e ao mesmo tempo, alimentá-las. Foi quando fez os bolinhos, meio que por acaso, e batizou-os de “bolinhos de chuva” ao cobri-los de açúcar e canela após fritá-los, devido ao temporal que caia naquela tarde na região onde moravam, em Portugal.

A partir de então, sempre que chovia as crianças pediam que ela fizesse os tais bolinhos para dias chuvosos. Esta história corrobora com um relato que encontramos no “Yahoo Respostas”:

“Alguém, em alguma tarde de chuva do século XX, disse, que os bolinhos traziam a alegria às horas em que não se podia correr ou brincar nos quintais por causa do tempo chuvoso”. Fonte: https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20070525073229AAvAcFc

Variações

O bolinho de chuva original utiliza como ingredientes somente farinha, ovos, açúcar, leite, fermento e em alguns casos, canela em pó, e seu cozimento se dá por meio do processo de fritura.

No entanto, há algumas outras variantes deste ícone da cozinha afetiva, como por exemplo o bolinho de chuva salgado, de banana, assado, bolinho de chuva de queijo, bolinho de chuva recheado com goiabada, entre outros.

bolinho de chuva açucar

Ficou com água na boca só de imaginar estas delícias? Então confira esta receita mais do que especial para você mesma fazer um bolinho de chuva clássico e inesquecível, faça chuva ou faça sol: http://casadasreceitas.com.br/receita/bolinho-de-chuva_40248.html

 Gostaram das dicas?

Dúvidas e sugestões podem deixar nos comentários!

Seja uma leitora premium e receba dicas exclusivas no seu email


Digite seu email:

Delivered by FeedBurner

Deixe seu comentario

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*