Vantagens das Cozinhas Planejadas

Com o aumento dos preços de imóveis e os móveis em si ficando cada vez mais caros, é importante pesquisar antes de adquirir determinadas coisas para saber não só a diferença de preços entre os fornecedores, mas para saber se aquilo que deseja supre suas necessidades. É o caso das cozinhas planejadas, que por conta de seu valor elevado é interessante saber suas características. Para saber mais, continue a ler.

 

O que é uma cozinha planejada e suas características

 

Uma cozinha planejada é, como o próprio nome diz, um móvel para a cozinha que, antes de ser produzido, é esquematizado por um projetista de modo a atender a todas as necessidades do cliente, ocupando o espaço que ele tiver disponível. Quando o móvel é projetado com antecedência, depois de instalado não há o risco de interromper o fluxo de circulação e ainda aproveita todos os espaços que tiver garantindo maior funcionalidade.

A cozinha planejada é totalmente planejada ao gosto do cliente, que tem poder de escolha em cada detalhe do móvel. Isso inclui, mas não se restringe, ao número de armários, quantidades de gavetas, acabamentos, material utilizado, presença de nichos ou prateleiras, espaço específico para cada eletrodoméstico, presença de uma bancada ou não para preparo dos alimentos, etc.

 

Móvel modulado x móvel planejado

moveis planejados cozinha

A diferença principal entre o móvel planejado e o modulado é o uso do espaço. Enquanto o móvel modulado é composto por blocos que podem ser ajeitados de acordo com a preferência do cliente, eles acabam por perder pedaços de espaço que são preenchidos pelo móvel planejado. Além disso, para ter o preço reduzido, os móveis modulados têm poucos acabamentos e pinturas, de modo a serem produzidos em escala maior.

 

Como fazer um móvel planejado?

movel planejado cozinha

O primeiro passo dessa empreitada é procurar um profissional do segmento: um projetista, marceneiro, arquiteto… Antes de confiar o destino da sua cozinha à alguém, procure por recomendações e projetos anteriores. A primeira parte do projeto se resume a fazer uma análise minuciosa do ambiente, determinando, assim, a melhor forma de organização. A pessoa que irá efetivamente preparar as refeições deverá ser a mais ouvida nesse momento, já que o modo de organização influenciará muito em sua rotina – recomenda-se, inclusive, que os móveis sejam confeccionados levando em conta a altura dessa pessoa.

A segunda parte do trabalho é, ainda antes de fazer o projeto, adequar a cozinha integrada ao convívio e uso de seus moradores. Hábitos na cozinha são muito importantes para delinear as necessidades dos moradores: se você recebe muitas visitas, se mora sozinho, se mal usa a cozinha, se precisa de espaço para manipular os ingredientes ou come pratos prontos, etc.

Daí, o móvel é mandado para a confecção depois que o cliente aprova o projeto.

 

Vantagens

 

  • Melhor aproveitamento do espaço
  • Totalmente personalizada
  • Garante lugar para todos os eletrodomésticos
  • Pinturas, acabamentos e texturas escolhidos pelo cliente

 

Desvantagens

 

  • Custo elevado
  • Necessidade de um profissional qualificado
  • Reformar o ambiente dará mais trabalho
  • Poucas opções para redecoração

Seja uma leitora premium e receba dicas exclusivas no seu email


Digite seu email:

Delivered by FeedBurner

Deixe seu comentario

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*